• Marcelo Dieguez

3 técnicas que eu uso para reter mais informações no cérebro!



Ano novo, vida nova. Promessas foram feitas, metas foram traçadas e todos os bestsellers e cursos online já foram comprados para se tornar uma pessoa melhor. Mas será que irá funcionar?


Deixa eu te perguntar uma coisa e gostaria que você fosse honesto, pelo menos com você: Você, em geral, aplica o que lê?

Eu tenho 99% de certeza que não. Como eu sei isso? Porque durante um bom tempo eu também devorava livros e, em pouco tempo, o conteúdo já havia sido varrido da minha mente. E isso tem uma explicação. Veja a pirâmide abaixo: (A porcentagem é a taxa de retenção da informação.)


O Laboratório Nacional de Treinamento de Maine mediu a retenção de aprendizado das pessoas, e o resultado é incrível.

Se você lê um livro e passa para outro sucessivamente, você está gastando um enorme tempo para aprender muito pouco, apenas 10% como mostra a pirâmide.


Metodologia Passiva x Metodologia Ativa

As 4 primeiras ações são conhecidas como passivas. Possuem uma baixa taxa de retenção da informação e não necessita de prática para obtê-las.

É o caso da leitura, escuta, observação e ver e ouvir. Você pode ficar só sentado absorvendo as informações.


Já na Metodologia Ativa (discutir, fazer e ensinar), todas as ações requerem um certo nível de prática pela parte da pessoa.


E de acordo com os resultados do laboratório, a Metodologia Ativa é mais eficaz porque é na prática que está o segredo para não só aprender, mas Entender.


Conhecimento é poder. Mas conhecimento sem ação se torna inútil

De que adianta lermos um livro sobre planejamento e organização se, no final do livro, não aplicarmos? Nada.


E este é um dos grandes problemas das pessoas. Elas pagam cursos, compram materiais relacionados a temas que querem se desenvolver, mas no final de todo o estudo, elas guardam o conhecimento adquirido na cabeça e não aplicam na vida, no dia a dia. Elas obtém conhecimento esperando o momento certo. Com isso, todas as horas investidas acabam indo ralo abaixo.

Não adianta você fazer milhares de cursos para se aprimorar se você não colocar nenhum deles em prática.

Não adianta nada eu ler sobre e-commerce e negócios digitais se eu não criar uma porcaria de um site! Entende?


Transformando Conhecimento em Entendimento

O Entendimento nada mais é do que pegarmos o conhecimento que adquirimos e colocá-lo em prática.

Uma pessoa que estudou Engenharia Mecânica pode claramente falar sobre o assunto, pois tem o conhecimento dos processos, etc. Mas ele só irá gerar entendimento quando este conhecimento for posto a prova, por exemplo, para auxiliar na manutenção ou construção de algo onde ele precisa não só conhecer, mas entender como as partes irão funcionar.


E é neste momento que a magia acontece. E a magia é traduzida, muitas vezes em um: "Ahhh, então é assim? Agora entendi." Quando isso acontece, em nossa cabeça, todas as peças que antes só imaginávamos se encaixam no mundo real.


Por que não colocamos o conhecimento adquirido em prática?

A verdade nua e crua? Porque dá trabalho.

Infelizmente muitas pessoas deixam de aplicar o conhecimento adquirido porque exige uma grande mudança de hábito ou um grande esforço.

Se você deseja ser mais organizado, você tem que largar alguns hábitos e ter mais disciplina para conseguir atingir o seu objetivo. E como todos nós sabemos, mudar hábitos e, principalmente, nossa maneira de fazer as coisas é bastante complicado.


Mas a parte boa é que é possível e eu queria compartilhar 3 maneiras que eu utilizo para aprender mais e fixar o conhecimento.


Como podemos aprender utilizando a Metodologia Ativa

Eu gostaria agora de falar sobre algumas técnicas que eu utilizo, mesmo estando sozinho, para reter muito mais o conhecimento e gerar o entendimento sobre os assuntos que estudo.


1) Eu comigo mesmo.

Isso aí. Assim que eu acabo de ler alguma coisa ou ver um vídeo muito bom, eu me levanto explico tudo que acabei de consumir para mim mesmo. E eu não repito as palavras que acabei de ouvir, eu absorvo o conhecimento e, com as minhas próprias palavras, eu explico. Como se estivesse explicando e discutindo com alguém. Isso é MUITO bom, pois como sabemos agora, na discussão é retido 70% do conhecimento, pois você precisa organizar o pensamento e o conhecimento adquirido para expressar da sua maneira. Além do que tem coisas que você está estudando que não tem com quem conversar.


Se você achar isso muito assustador, eu recomendo também comprar um caderno e manter um diálogo por meio deste caderno, como se fosse um Diário do Aprendizado. Hoje em dia eu tenho um caderno que eu faço resumos de todos os livros que leio. Isso ajuda bastante na geração de entendimento, pois eu leio, organizo aquelas informações e passo o meu entendimento para o caderno.


2) Mão na massa!

Como fazer retém 80% do conhecimento, tudo que eu vejo e aprendo com o feedback de vocês, eu aplico. O melhor exemplo disto é o Podcast. Não adiantaria nada eu ler tudo sobre podcast, ver vídeos no youtube sem depois executar e colocá-lo no ar. Se eu não fizesse isso, no final das contas eu iria ter só o conhecimento para fazer um Podcast, sem tê-lo.


3) Compartilhando tudo que aprendo.

Todas as vezes que eu escrevo um post, um texto ou gravo um Podcast pra compartilhar os meus aprendizados pra vocês, nada mais é do que o processo de ensinar. E isso faz com que eu retenha 95% do aprendizado de tudo que leio/assisto.

Compartilhe o que você aprende, isso faz com que você tenha que organizar o que aprendeu para passar para as pessoas. É este o processo que faz fixar mais em nossa cabeça.


Se você deseja, em 2020, realmente se desenvolver, pegue todas as informações que obter e transforme-a em ação. Leia menos e faça mais! Não adianta terminar o ano tendo lido 50 livros se não aplicou nenhum em sua vida.


Pois é melhor Ação sem muito conhecimento do que Muito conhecimento sem Ação.
Assine nossa newsletter para receber nossos conteúdos em primeira mão!

© 2020 by @marcelodieguez.