• Marcelo Dieguez

4 passos para ser MAIS FELIZ fazendo o que você já faz todo dia!



Muitas pessoas vivem ou trabalham fazendo o que não gostam ou simplesmente não sentem prazer no que fazem. Se você é uma dessas pessoas, sua vida está prestes a mudar. E se não for uma delas, sua vida está prestes a melhorar.


Um dia desses eu recebi um feedback de uma grande amiga que me contou que meus conteúdos haviam ajudado-a com um insight.

Ela é uma escritora. Porém sem ter muito tempo para escrever um novo livro, ela inseriu sua paixão no seu trabalho. Hoje ela gera conteúdo para a empresa de uma nova maneira, fugindo do tradicional conteúdo informativo e utilizando agora narrativa, com personagem, cenário, etc.


Um dos maiores segredos da Felicidade no nosso dia a dia é adaptar o nosso trabalho, o que fazemos, para algo que gostamos e que realmente nos sentimos felizes em realizar.

Isso pode ser feito em qualquer área e por qualquer pessoa. Basta você saber quais são as suas forças e virtudes e utilizá-las para realizar as tarefas do seu dia a dia.


"- Por onde eu começo, Marcelo?"

Vou dar um guia super básico para você conseguir fazer essa transformação em sua vida.


1) Entender realmente o que você faz

Pra você começar este processo de transformação, é necessário primeiro que você entenda realmente qual a tarefa que você executa. Parece idiota, mas é fundamental você ter muita clareza no que você faz para conseguir fazer a adaptação de maneira correta.


Não quero que sua resposta seja: "atendo telefone". Não!

- Que programas você utiliza?

- Como você passa a informação?

- Qual é o público que você fala?


Entender essas coisas é muito importante inclusive para saber o que você pode ou não pode adaptar no seu cenário.


2) O que você gosta de fazer? Qual a sua paixão?

"Eu sou muito comunicativo." Ok. Se você já sabe no que você é forte e é bom em fazer, começou muito bem.


Agora veja como você pode colocar a sua paixão na sua tarefa diária, descoberta na primeira parte.


- Você pode ser mais comunicativo com alguns clientes que tem um tipo de perfil adequado.

- Você pode montar um projeto para tornar a atividade mais ou a área mais comunicativa.

- Você pode, inclusive, ajudar a sua equipe a desenvolver essas habilidades importantes para comunicação.


Não se prenda a área profissional, ok?Isso serve para o seu trabalho, mas também para sua vida.


3) Busque conhecimento

Não adianta você saber o que faz e saber o que gosta. É necessário também você procurar maneiras em que isso pode ser aplicado no seu dia a dia. Veja qual a melhor maneira e como ela se encaixa na sua vida. Fazer por fazer não trará benefícios significativos. Tem que ser feito de uma maneira que seja adequada à você e também para a outra parte, seja empresa ou sua família.


4) Proatividade

Este é um item muito importante nessa transformação. Muitas pessoas continuam fazendo o que fazem, mesmo vendo uma oportunidade de melhorar, por falta de proatividade.


Se você enxerga uma chance de poder fazer as coisas de maneira diferente, mais próximas ao que irá lhe trazer maior felicidade e satisfação e com conhecimento, faça! Se nã estiver ao seu alcance, leve a ideia para as pessoas responsáveis. Muitas empresas e famílias deixam de melhorar porque pessoas se omitem e se calam na hora de propor coisas melhores e novidades.


Se não conseguir, foque no periférico

O que seria periférico?


Se você não consegue mudar a sua atividade ou como você à executa, foque ao seu redor. Você sabia que uma simples fotografia na sua mesa já pode causar felicidade e uma mudança de humor?


E o periférico é isso. São coisas que não estão diretamente ligada a sua atividade.

Você gosta de falar com seu filho? Tire uns 5 minutos do trabalho para ligar e conversar com ele. Isso pode trazer felicidade pro seu dia e pra sua tarefa.



Criar a consciência disso é muito importante para nossa felicidade no dia a dia. Lembre-se que nosso trabalho corresponde à nossa segunda casa, devido ao tempo em que passamos nele. Se nesses momentos nós não nos sentirmos felizes, teremos sempre um aproveitamento muito abaixo da média e seremos pessoas pessimistas, tristes e isso tem um impacto direto em toda nossa evolução.


De agora em diante, tente pensar mais como esta minha amiga: veja o que você pode inserir da sua paixão, no que você é realmente bom e sente prazer, no seu trabalho.

Eu tenho certeza absoluta que você irá se tornar mais feliz, enxergará mais prazer no seu trabalho e na sua tarefa e, de quebra, será uma pessoa muito mais otimista e melhor para sua família e amigos.

39 visualizações
Assine nossa newsletter para receber nossos conteúdos em primeira mão!

© 2020 by @marcelodieguez.