• Marcelo Dieguez

O Segredo para trocar hábitos destrutivos por hábitos positivos.



Nós somos frutos dos nossos hábitos, e por isso devemos sempre cultivar hábitos positivos e excluir de nossas vidas os hábitos destrutivos. Todos nós, pelo menos em um momento da nossa vida, já se questionou porque continuamos fazendo o que sabemos que não nos agrega, não nos faz bem e não traz nenhum benefício.


Quando nos deparamos com isto, corremos para o computador ou smartphone e digitamos no Google: como criar novos hábitos.

Então uma lista infindável aparece para nós com todos os tipos de promessas: 3 formas para criar hábitos saudáveis, 20 maneiras simples de trocar seus hábitos, e etc.

Esqueça isso tudo e foca na leitura que vai valer a pena.


Força de vontade não funciona

Se você acredita que pode mudar seus hábitos apenas tendo força de vontade, você já está derrotado antes mesmo de começar o jogo. Veja porque.


Existem duas forças muito importantes quando falamos sobre hábitos: a Força de Vontade e a Força de Atenção. Embora você conte com elas no final do seu dia para mudar seus hábitos, raramente elas estarão a disposição, pois elas já foram usadas durante todo o seu dia. Seja para você se esforçar em largar o celular para se concentrar no trabalho que precisa ser feito, seja na atenção que você precisa na reunião importante, mas que você está desinteressado.

Em cada momento do nosso di que perdemos o foco e precisamos retornar, utilizamos essas forças. E como essas Forças são finitas, no final do dia você não pode contar com elas para trabalhar na mudança dos seus hábitos.


Lei do Menor Esforço ou da Menor Resistência

Nós como seres humanos, em grande parte da nossa vida somos regidos pela Lei do Menor Esforço ou da Menor Resistência. E quanto mais baixa nossas Forças de Vontade e Atenção, mais intensa se torna essa Lei.


Aquele lanche que você pediu, ao invés de fazer sua comida; aquele hobby que não começa há semanas; aquele livro que você nunca acaba. Isso tudo são exemplos da Lei do Menor Esforço.

Todas essas ações precisam de um esforço para serem feitas, mas dependendo de como você está, elas nunca serão feitas, pois haverá alguma coisa que irá trazer uma recompensa imediata sem fazer esforço.


Mas então, o que fazer? Não tem jeito?


Aplicando a Lei do Menor Esforço à nosso favor

Como já vimos, não podemos contar com nossa força de vontade, pois dependendo do seu dia, da sua rotina, elas chegarão em casa na reserva. Então, como fazer?


Nós precisamos usar a Lei do Menor Esforço para construir nossos tão desejados hábitos. Vou dar um exemplo que deixará isso mais claro. A propósito, é um exemplo real:


Eu sempre quis começar hábitos saudáveis dentro de casa, principalmente na alimentação. Ia ao mercado e comprava verdura, legume, carne, etc.

Mas a verdade infeliz é que na maioria das vezes, a gente acaba pedindo comida pelo aplicativo. Isso me deixava bastante frustado.


Então depois de ler um capítulo de um livro, parei e começar a observar por que isto acontecia.

Acabei descobrindo que eu odiava ter que pegar o alho, descascar, picar, socar, temperar pra depois fazer a comida. Essa Energia de Ativação era muito alta para fazer com que eu tomasse essa ação. Então, o Menor Esforço era pedir comida no aplicativo. Muito mais fácil.


Resolvi então fazer um experimento: em um dia, pegar vários alhos, socar, temperar e depois deixar guardado na geladeira e apaguei os aplicativos de pedir comida.


O resultado foi que comecei a fazer novamente as comidas, pois o esforço de só temperar é muito menos do que pegar o celular, abrir a loja do aplicativo, baixar, cadastrar tudo de novo e pedir.


Segredo: Diminuir a Energia de Ativação do seu hábito positivo e Aumentar a Energia de Ativação do seu hábito destrutivo


Para você começar a trocar seus hábitos negativos por positivos, ou até criar novos hábitos positivos, o SEGREGO é FACILITAR O HÁBITO POSITIVO e COLOCAR OBSTÁCULOS NO HÁBITO NEGATIVO.

Quando você conseguir fazer isso, verá que os hábitos irão se sobrepor automaticamente, pois na falta de energia, a Lei do Menor Esforço sempre irá vencer.


Importante: você precisa prestar atenção e destrinchar os seus hábitos para saber onde você poderá colocar ou retirar obstáculos.


Preciso fazer isso todo dia?

Nos primeiros dias, sim. Sem dúvida.

Isso porque você precisa construir novos caminhos neurais em seu cérebro para substituir o anterior, que era destrutivo.

Quando chegamos em casa e nos jogamos no sofá constantemente, nosso cérebro já interpreta este comportamento como padrão: chegar e sentar no sofá. Assim como não pensamos na hora de dirigir por um caminho conhecido, nosso cérebro não pensa quando chegamos em casa.


Para quebrar este hábito, nós precisamos construir um novo caminho para que o nosso cérebro esqueça aquele anterior, e utilize este novo, que seria sentar no sofá e pegar um livro, ao invés do controla da televisão.

Em pouco tempo você irá notar que estará fazendo o hábito positivo de forma involuntária e automática.


Somente o conteúdo não basta, é preciso botar a mão na massa!

A maioria das pessoas irá ler este post, falar que faz sentido, e seguir a vida com os mesmos hábitos. Mas não você! (eu espero)


Vou dar aqui umas dicas de como você pode colocar isso em ação:


1- Pegue um papel e escreva o hábito que você quer mudar;

- Quero parar de jogar vídeo game e aprender a tocar gaita.

2- Pense e anote o por que que você faz um e não o outro;

- É muito mais fácil eu ligar e jogar o vídeo game na sala do que pegar a gaita na gaveta.

3- Entenda como você pode facilitar o hábito positivo e dificultar o negativo;

- Eu posso colocar a gaita na mesinha da sala, já que eu sempre chego e sento no sofá e, por outro lado, posso apagar o jogo do vídeo game e tirar da tomada.


Pronto! Se você fizer isso, muito provavelmente, você mesmo não irá querer jogar pelo tamanho do esforço que terá que fazer para conseguir.


Cada hábito é um hábito e cada pessoa é uma pessoa. Esta é uma lista básica e bem simples, mas que funciona. Caso você tenha dificuldades, ache mais pontos negativos ou tome situações mais forçadas. Isso depende de cada um.

Porém, o raciocínio continua sendo o mesmo: Diminuir a Energia de Ativação do seu hábito positivo e Aumentar a Energia de Ativação do seu hábito destrutivo.



Se você utilizou este método e funcionou, não deixe de contar aqui nos comentários, pois ele pode ajudar a outras pessoas terem coragem para fazer também.


Ah, e não se esqueça de seguir nossas redes sociais =)





Assine nossa newsletter para receber nossos conteúdos em primeira mão!

© 2020 by @marcelodieguez.