• Marcelo Dieguez

Resolvi dar o primeiro passo, e você deveria dar também.


Durante muito tempo eu comecei este projeto com uma ideia simples: colocar pensamentos, experiências e ensinamentos que podem trazer alguma coisa positiva para as pessoas.

Mas sempre que eu pensava em começar, olhava a imagem e não gostava; escrevia, mas não achava bom o suficiente; e o que mais me prendia era o pensamento: "quem sou eu pra falar sobre estes assuntos?"


Então, conversando com um amigo, eu comecei a observar que alguma das coisas que venho aprendendo e colocando em prática, vem me tornando uma pessoa mais organizada, centrada e até diria que, mais feliz.


O começo é sempre difícil e te dá um desconforto, isso pra tudo na vida. "Será que quem ler vai gostar, vai odiar, vai fazer sentido?" Ou até mesmo: "Alguém vai ler?" A imagem de capa ilustra perfeitamente o sentimento. A segurança da calçada e da marquise, pelo risco e desconforto de se sair na rua chovendo.


Mas por que eu resolvi começar? Vou contar.

Eu percebi, finalmente, que, para você fazer uma coisa boa o suficiente, é necessário, primeiro, fazer alguma coisa.

E a evolução acontece naturalmente, conforme for fazendo e aprendendo.


Muitas pessoas deixam de começar alguma coisa que tem um potencial de trazer satisfação e alegria, por medo de não estar bom o suficiente ou por julgamento dos outros. Se você é uma dessas pessoas, gostaria que fizesse uma coisa: vá na conta do Instagram do influenciador que você mais gosta, e vai nas primeiras fotos. Provavelmente, estará longe do que é atualmente. Por que?

Porque a pessoa simplesmente aprendeu no caminho. E nada ensina mais do que estar fazendo.


Ontem eu estava fazendo resumo de um livro e, no meio do resumo, comecei a separar as anotações não só por capítulos, mas por assuntos também, para facilitar quando eu quiser localizar uma certa citação ou tema. Melhorar o meu processo só foi possível porque, FAZENDO o resumo, eu percebi que poderia aprimorar mais algumas coisas.


Então, se alguém estiver lendo, se tiver vontade de fazer alguma coisa, de começar qualquer coisa, não tenha medo. A vulnerabilidade e o desconforto são normais. Mas transpasse essa barreira e comece!

12 visualizações
Assine nossa newsletter para receber nossos conteúdos em primeira mão!

© 2020 by @marcelodieguez.